Sobre mim

Muito prazer,

Me chamo Paulo Jhonatan Gonçalves de Souza, tenho 22 anos, atualmente moro em Ouro Preto do Oeste no estado de Rondônia, cidade onde nasci, cresci e vivo.
Morei fora desta cidade por 3 anos. Fui morador de Nova União no estado do Mato Grosso por um ano e meio, depois voltei para Rondônia, vivendo por seis meses em Ariquemes. Alguns anos depois fui novamente para Mato Grosso morar na cidade que me pai vive, Campo Novo do Parecis. Fiquei ali por três meses, retornei para Ouro Preto, e no ano seguinte voltei para Campo Novo do Parecis por mais seis meses.
Meus pais se separaram quando eu tinha 8 anos, entre 2001 e 2002. Por isso eu viajava muito entre férias escolares, finais de semana e semana.
Minha família sempre foi humilde, tanto de coração quanto financeiramente. Por isso desde muito jovem me esforçava muito nos estudos, sendo um dos destaques entre as turmas todos os anos, muito desenvolvido na parte literário, executanto textos com excelência e ganhando muitos elogios dos professores que reconheciam meu esforço.
Me sentindo meio nerd naquela época, ainda mais quando fui forçado a usar óculos pela minha mãe, ganhei um óculos azul, de descanso, mas não gostava de usá-lo pois me julgava ser muito feio (kkkkkk) isso eu ainda jovem.
Como toda criança, eu era muito enjoado na questão de "o que comer" e eu não gostava de legumes e verduras. Naquela idade, quem gosta não é?
Então me recusava a comer direito quando minha mãe me oferecia comida saudável. Odiava cebola, rejeitava alface, couve e rúcula. Inimigo da beterraba, arqueinimigo da tribo dos vegetais.
Mas aí eu fui crescendo e aprendendo a comer de tudo.
O menino nerd se revoltou e trocou a super-inteligência pela rebeldia porque queria ser popular.
Anos evoluído e o efeito do biotônico, que minha mãe comprava para abrir o apetite, começou a fazer efeito. Aí fui uma porteira que se abriu pra minha vida: A porteira do estômago.
Atualmente, como muito e de tudo, reconhecido por muitos pelo apetite escandaloso e por vários donos de lanchinhos e restaurantes, pastelarias e lanchonetes. 'Pensa num guri que come pra bixiga.'
Mas algo me abriu os olhos e chamou minha atenção. Tendo sua curiosidade incentivada por alguns amigos que visavam o mau hábito de alimentar-se das pessoas, atualmente, sendo que ele mesmo fazia parte dessa estatística, viu que esses hábitos traziam consigo complicações e até mesmo doenças.
Resolveu então começar a mudar também esses hábitos.
Até o exato momento em que escrevia essa pequena autobriografia, não tinha condições de regular sua alimentação e comprar alimentos saudáveis, pois estava desempregado e morava com o tio, então não podia escolher muito o que comer. Ou comia o que tinha ou passava fome.
Mas chegando à indenpendência financeira e passando a morar sozinho, eu passei a comer melhor, praticar mais exercícios e me suplementar durante o dia para suprir o cansaço e repor a energia. Você sabia que devemos comer seis (6) vezes durante o dia?
Comecei a ver o resultado em mim. Mais energia, mais disposição, mudança corporal, melhora de humor e satisfação garantida. Independência financeira e um bem estar que nunca havia sentido. Sem falar na auto estima e na realização de sonhos.
Levando uma vida saudável a gente vê a diferença e se sente melhor.

Por isso eu convido você a fazer um desafio a si mesmo.
Para adquirir esse resultado eu me desafiei, olhei para mim a 5 anos atrás e o meu estado atual, então pensei comigo: - É isso que eu quero para os próximos 5 anos?
A resposta foi não. Então a mudança começou.
Faça isso com você. Analise sua vida hoje e veja se está realizado com você, com seus resultados, com suas realizações.

E tenha foco no seu objetivo, força para lutar pelo que busca e o excencial, a fé para alcançar e quando pensar que não vai conseguir.

Lembre-se: "A fé é o firme fundamento das coisas que se esperam e a prova das coisas que não se vêem." Hebreus 11:1
Copyright © 2016, Escolha Viver Bem. Tecnologia do Blogger.